fb_200

Buldogue – Americano, Francês, Inglês e o Campeiro

27 de março de 2017 Postado por Raças, Sem categoria 0 comentários em “Buldogue – Americano, Francês, Inglês e o Campeiro”

 

A Inglaterra foi o berço dos Buldogues, onde os cães foram desenvolvidos para auxiliar nas tarefas de pastoreio e guarda de gado. Cães da raça se espalharam rapidamente por todo o continente europeu, a ponto de algumas nações terem promulgado legislações específicas para a condução destes “animais ferozes”.

 

Desde muito cedo, os criadores perceberam que os buldogues originais apresentavam especial ferocidade, atacando inclusive touros, quando eles “saíam da linha”. Por isso, os cães da raça foram rapidamente para as rinhas de touros e cachorros (bull baitings), um “esporte” britânico famoso pela crueldade.

 

  • Buldogue Americano

O Buldogue Americano é uma raça de cão que surgiu nos Estados Unidos e inicialmente tinha a função de cão de caça e boiadeiro. Nos dias de hoje ele é cão de guarda e de companhia.

 

Essa raça é provavelmente a que mais conservou as características dos cães de luta, que eram criados a partir do século XIX como cães de trabalho, eles revelam até hoje a valentia, forte senso territorialista e de defesa da família, incluindo humanos e outros animais domésticos.

 

Aparência: Cão poderoso, mostrando força e resistência, inteligência e vivacidade.

 

Características: As características essenciais do Buldogue Americano são as que o tornam capaz para apanhar tanto gado quanto porcos e como cão de guarda pessoal e da propriedade. Essas tarefas requerem um cão poderoso, ágil e de confiança, com uma cabeça grande e poderosos maxilares. Essa raça é corajosa o bastante para encarar um terrível boi ou um intruso. E gentil o bastante para cão de companhia e amável com a família.

 

Comportamento: Muito obediente e fiel ao seu dono e a família. Muito amigável durante o dia, porém muito agressivo à noite, especialmente com pessoas desconhecidas. Costuma ser impaciente, corajoso e confiante sem sinal de medo ou timidez.

 

  • Buldogue Francês

Esta é uma raça que encanta a todos, principalmente os fãs dos cachorros de cara amassada. Essa raça tinha como função original a companhia, o que continua a acontecer. Hoje, os Buldogues Franceses são excelentes cães de companhia, e um dos cães mais especiais que existe. Sua carinha engraçada e seu temperamento divertem as pessoas enormemente, então é difícil passear com um Frenchie sem chamar atenção.

 

O Buldogue Francês, também conhecido como Frenchie, é uma raça que deve sua existência a pelo menos três países: Inglaterra, França e EUA. A Inglaterra ajudou com a base da raça, que foi o antigo Buldogue. Criadores franceses transformaram esses pequenos Buldogues em um tipo francês distinto, e criadores Americanos foram os primeiros a exigir as tão conhecidas orelhas de morcego.

 

Comportamento:

 

O temperamento do Buldogue Francês são cães normalmente alegres, companheiros, brincalhões e muito inteligentes. Como todas as raças de companhia, eles necessitam, acima de tudo, de contato constante com humanos. Suas necessidades de exercícios são mínimas e variam de cão para cão.

 

Características

 

Pelagem: lisa, curta, macia e brilhante

Peso médio: 8kg a 14kg

Tamanho: aproximadamente 35cm

Expectativa de vida: 12 a 14 anos

 

  • Buldogue Inglês

Um Buldogue Inglês pode ser marrom, branco, tigrado e variações destas colorações. A pelagem totalmente preta ou preta com marrom é indesejada, mas não desqualificante.

 

Características

 

A expectativa de vida: Uma das menores entre as raças caninas, entre 8 e 10 anos.

 

Olhos: São pequenos, arredondados e muito expressivos, sempre de cores escuras (castanho ou preto).

 

Pelagem: É curta, rente ao corpo, e os cães da raça são inteligentes e apegados aos donos; por isto, necessitam de companhia frequente.

 

Um Buldogue Inglês elege um único dono entre os membros da família e pode se revelar bastante desobediente com os demais.

 

Ele pode ser criado em qualquer ambiente, mas é ideal para apartamentos. Não é dado a latir, protege crianças e pessoas adoentadas, não pode praticar exercícios físicos em excesso: uma volta no quarteirão é suficiente para deixá-lo ofegante.

 

Os exercícios e passeios, no entanto, precisam ser diários, uma vez que o Buldogue Inglês, maior, mas mais gordinho do que o seu parente francês, apresenta forte tendência à obesidade. Corridas e esportes agitados precisam ficar fora da agenda destes cães. Eles são dorminhocos e também não gostam de calor. Os cuidados de higiene são simples: a grande preocupação está na limpeza das dobras da cara.

 

  • Buldogue Campeiro

Já o Buldogue Campeiro possui as suas origens descendentes de outros exemplares da raça vindas da Europa a partir do século VXIII. A raça, no passado, era muito utilizada nas fazendas como cão de trabalho e, além disso, contava com funções específicas de guarda e pastoreio. No final da década de 70, a raça quase foi extinta, até que Ralf Schein Bender começou a fazer um trabalho de resgate de cães e depois a Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC) passou a reconhecer a raça Buldogue Campeiro.

 

Comportamento

 

Inteligentes e aprendem as coisas com muita rapidez e facilidade. Além disso, adoram estar na companhia do dono. São sociáveis e afetuosos com crianças.

 

É uma raça de fácil adaptação. São companheiros, leais e fieis aos donos e familiares. Estão sempre em alerta, por isso, são bons cães de guarda. O Buldogue Campeiro precisa de exercícios durante o cotidiano, assim, o dono deve sempre leva-lo a lugares em que ele possa correr brincar e se divertir.

 

Características

 

  • O Buldogue Campeiro é um cão forte e muito pesado.

 

  • Os machos e fêmeas podem pesar entre 35 e 45 Kg, e ambos podem medir entre 48 e 58 cm.

 

  • A pelagem dos cães desta raça é pura, lisa com textura mediana.

 

  • Todas as cores são aceitas para o Buldogue Campeiro.

 

  • O corpo é muito musculoso com ossos fortes e a cabeça mais larga. O focinho é curto e o olhar do Buldogue Campeiro é bem expressivo.

 

Ainda não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Este campo é obrigatório!

<small>Você poderá utilizar estes <abbr title="HyperText Markup Language">HTML</abbr> tags e atributos:<br> <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>